sábado, 2 de março de 2013

No sonho tinha um mural, com uma lista gigante, dessas "to do", que vai do começo ao fim da vida. Mas ao invés de deixar essa lista nortear, preferi tomar o caminho errado na rua, e ao invés de chegar mais rápido pra "to do", andei umas tantas quadras a mais na vida, só pra deixar chocolate em cima da cama, comprar um cactus, umas flores secas, escrever frase bonita na parede, pedir manhosamente por café batido, acordar e ir deitar noutra cama pra preguiça se expandir um pouco mais, mandar foto das coisas mais banais que eu ver, dormir enquanto conversa no telefone tarde da noite, mentir que sabe jogar sinuca, mandar trecho de música por sms, dar um jantar em mesinha feita de caixa de madeira, morrer de rir, rir até chorar, não conseguir contar algo porque está rindo. E Refazer a lista "to do".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu blah blah blah aqui: