quinta-feira, 30 de agosto de 2012

sem migalhas

A cada vez que pergunta o gosto que me dá
mais gosto do gosto que ainda não conheço

de estrofe em estrofe trilho meu refrão até lá
ao abraço que a metrificação insiste em afastar

no meu leste nascem sorrisos
e é graças ao leste que eu conheço o norte

outra âncora,
dono dos meus contra-tempos de calma

nem pão, nem pedra
meu João marca o caminho pra mim com palavras, vírgulas, reticências

-e que não haja ponto final

2 comentários:

  1. Que lindo!!*-*

    ResponderExcluir
  2. Estava com saudade !
    Beijo

    Jhosy
    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu blah blah blah aqui: