quinta-feira, 19 de julho de 2012



Andando ao redor da linha da maré e assistindo o pacífico pelas linhas laterais. Procurando por mais do que apenas diretrizes.. Procurando por sinais no céu noturno e desejando que eu não fosse um tipo de cara legal. Imaginando o que significa viver pra sempre.. Imaginando o que significa morrer. Eu sei que há um significado para tudo isso.. Uma pequena ressurreição toda vez que eu caio. Toda bênção vem com uma série de maldições? Eu tenho meus vícios e tenho meus versos viciados. O vento poderia ser minha nova obsessão, o vento poderia ser minha nova depressão. O vento vai pra todo lugar que ele quer desejando que eu aprenda minha lição. O oceano soa como uma banda de garagem, vindo pra mim com um homem bêbado. O oceano me conta mil histórias, nenhuma delas é mentira... Deixe ele rir, deixe ele e suas ondas serem meu epitáfio. Ainda assim ele é apenas água e eu sou apenas alma com um corpo de água e ossos. Água e ossos. Que parecem cair aos pedaços e enferrujar tudo.

-só me diga que Você está aqui.


(vice verses - switchfoot / adaptado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu blah blah blah aqui: