domingo, 1 de maio de 2011


estava em seu universo por alguns instantes, os que não eram interrompidos por devaneios, e ela também era do seu universo. até que mãos afáveis a chamava pra sair e a fuga era inevitável. fuga de si mesma. mas agora pede que venha, e que venha sem demora pois a bagunça na sua alma é grande e o caos de tudo quer tomar conta. a urgencia é grande. grande mesmo. e o que não é caos é vazio.

2 comentários:

  1. Lindo Deh...lindo mesmo!!*-*

    ResponderExcluir
  2. "e o que não é caos é vazio."

    que perfeito *-*

    ResponderExcluir

Deixe seu blah blah blah aqui: