segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

um conto de ano novo

quando terminou de se vestir abriu a porta com a apreensão que teria se não soubesse quem esperava do outro lado. enquanto colocava as sandálias dizia algo sobre um pressentimento de que o ano que começava seria muito bom. ele ria dela e dizia 'as pessoas dizem isso o tempo todo'. mas ela retrucava 'eu nunca disse isso antes'. ele a beijou na testa e sussurrou 'então vai ser melhor do que você espera'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu blah blah blah aqui: