quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

congelando no verão


eu já conheço esse gosto de espera muda. de dia parcialmente nublado em que não acontece nem chuva nem sol. não acontece nada. já conheço. dá um frio denso na barriga. e as borboletas que já cansaram de chutar as paredes de seu estômago agora dormem. espera turva. o telefone não toca. campainha não grita. alerta do mensageiro não sobe. e-mail nenhum chega. a chuva não chove. a mesa cansada do tamborilar dos dedos te pergunta o motivo da espera e já nem se sabe o que responder. e já que a chuva não chove se decide de sopetão o que deve fazer. evaporar pra nele chover.

Um comentário:

  1. "a mesa cansada do tamborilar dos dedos te pergunta o motivo da espera e já nem se sabe o que responder"

    perfeita descrição...

    :)

    :*

    ResponderExcluir

Deixe seu blah blah blah aqui: