terça-feira, 2 de novembro de 2010

eu tenho que sentar e te assistir morrer?



porque nem sempre estar vivo significa viver.
por mais que pense que não, eu sei o que é dor e o que é causar dor.
e sinceramente, todos sabem, ou vão saber, em algum momento todos vão.
só quero te ajudar a não ficar sentado em cima dessa sua mochila de fatos lamentando,
ao invés de tomá-las nas costas e seguir, mesmo que cambaleante, até o fim da estrada.
você não é quem é sem suas cicatrizes, sejam elas leves ou profundas, charmosas ou horrendas.
só quero segurar sua mão e te ajudar a enfrentar os pesadelos, eu não disse que eles não viriam.
eu não digo que é fácil, haverão tempestades, frio, calor excessivo e você vai passar fome e sede.
mas, meu bem, acredite quando eu lhe digo que o final é um começo inefavelmente belo.
então pare de se fazer de coitado e viva, vida e amor, verdadeiro e abundante

-você sabe onde encontrar.

p.s.: não diria isso se não te amasse.

4 comentários:

  1. Ahhhhh só pra constar... o "Bla bla bla" que eu postei é referente ao "Deixe seu bla bla bla aqui" Não pense que fui pouco delicado, pois não fui e nem quis ser! ^^

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAH , eu chorei '-'
    Ame, viva, a morte é um continuidade para aqueles que possuem Cristo em suas vidas *-*

    ResponderExcluir
  3. perfeito *-* vai pro livro, sem duvidas, rsrs. Beiijos;*

    ResponderExcluir

Deixe seu blah blah blah aqui: