quarta-feira, 11 de agosto de 2010


Não sei mais quando é dia, ou quando é noite.
Tenho vivido constantemente em baixo da sombra do Teu coração.

2 comentários:

Deixe seu blah blah blah aqui: