quinta-feira, 17 de junho de 2010

Argumentos podemos deixar de rebater, mas deixar de rebater amor não.

Um comentário:

Deixe seu blah blah blah aqui: