quinta-feira, 22 de abril de 2010

a pequena menina dEle.


O que eu vejo sao roupas rasgadas, coração quebrado, entristecido.
Vejo o seu rosto todo sujo, escondido por tras de um olhar que eu ja conheço.
Pernas já sem forças, braços inanimados e um olhar insastifeito.

Minha pequena menina,por que andou tao longe?
Senti falta de tua voz pela casa, de tuas mãos a segurar as minhas, de teus olhos pequeninos ao acordar, das tuas canções, -senti falta de ouvir seu coração.

Minha pequena menina, nao quero te ver assim, com roupas que nao te caem bem, com olhos magoados, cansados de chorar, com lábios secos, sem canção alguma.

Minha pequena menina, senti falta dos teus quadros, dos teus desenhos pelas paredes, senti falta do seu sorriso.
Não quero te ver assim, com a inocência roubada, volta pra cá. Vou te lavar as mãos e os pés, olha pra mim, deixa eu ver novamente seus olhos, deixa eu cuidar de você.

-não quero mais te ver chegar assim, nao quero mais te sentir partir assim, fica aqui no meu colo...

{ por Alessandra Pio }

Um comentário:

Deixe seu blah blah blah aqui: