quinta-feira, 18 de março de 2010

o mais longe.


e hoje eu vou pra longe, talvez não seja tão longe,
mas é o mais longe que o meu corpo pode ir em toda minha vida até aqui.

-sinceramente? seria melhor se estivesse com você.
-sinceramente? me dá uma aflição saber que estou ainda mais longe de você

mas vou tentar controlar minha ansiedade e minha falta de ar dos momentos desesperadores.

e hoje eu tenho certeza que sua ausência vai doer e propagar dentro de mim como uma onda.
e vai me dar aquele medo de me perder de você.

-e se as águas quiserem me levar?
-promete que me encontra?
-promete que não me deixa afogar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu blah blah blah aqui: