sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

borboletas.

meu estômago está cheio de borboletas. elas tentam expulsar o pessimismo que tem disputado lugar com elas. e elas chegam até a minha garganta e voltam - acho que estão tirando sarro da minha cara. como é que eu pude ser tão idiota uma vez a ponto de ameaçar beber inseticida para acabar com elas? no fundo eu até as gosto. realmente, não posso dizer que me comporto bem diante da possibilidade de surpresas. eu faria a indelicadeza de ler sua mente se pudesse. mas não posso. infelizmente. e talvez seja até melhor assim. talvez.
é um turbilhão de sentimentos. mas eu não sei o que sentir, só sei que estão todos os sentimentos aqui dentro.
ainda não toquei em nenhum deles. e o pior de tudo é saber que sua mente não consegue imaginar como vai ser. e o melhor de tudo talvez seja saber que está tudo fora de controle. do meu controle.

3 comentários:

  1. Eu amo borboletas ...

    Tenho criadouro dentro do estomago...
    Elas fazem cocegas, e é até gostoso de sentir não?

    rsrs

    O pior é nao ter controle..
    E sobre os sentimentos intocados... experimenta toca-los...

    Vai se surpreender.

    Otimo final de semana

    :*

    ResponderExcluir
  2. Soube descrever de uma forma linda essa mistura de sentimentos, dúvidas, pessimismo, falta de controle.

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  3. sem borboletas no estômago, mas com todo o resto

    ResponderExcluir

Deixe seu blah blah blah aqui: