sábado, 23 de janeiro de 2010

via lactea.

Hoje o vento brincou muito.
Ora se escondia no emaranhado de meus cabelos, ora escondia de mim a lua.

Hoje o vento foi meu amigo.
Trouxe de longe teu afago sereno e seu beijo frio.

Hoje o ventou soprou tanto que derrubou no chão todas as estrelas.
quase todas procuravam abrigo dizendo: 'senão eu apago!'

só duas queriam dormir ao relento.
e uma me disse: aquieta-te, estou aqui do seu lado.






Hoje o vento brincou tanto comigo que me jogou no chão.

Um comentário:

Deixe seu blah blah blah aqui: