quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

o que elas viam?


Não sei se elas tinham os mesmos motivos.
O fato é que, ambas, por vários minutos, ficaram em silêncio.
Sem deixar que o riso alheio as embriagasse.
Com o olhar fixo em alguma coisa que ninguém mais via.
Nunca falaram sobre isso, e talvez nunca venham a falar.

O fato continua sendo que, as vezes a solidão é tão sufocante quanto a multidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu blah blah blah aqui: