sábado, 23 de janeiro de 2010

Eu ia agradecer pelo vento estar batendo em minhas costas,
quando ele me deu um tapa na cara.
O vento muda de idéia quase tão rápido como eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu blah blah blah aqui: